CURSO DE MANUTENÇÃO EM CELULARES, SMARTPHONES E PDA

CURSO DE MANUTENÇÃO EM CELULARES, SMARTPHONES E PDA

Artigos

O que é e para que serve o Bluetooth?


Introdução


Símbolo Bluetooth

As novas tecnologias de comunicação sem fio têm desenhado um novo contorno para as comunicações em redes, tanto para aplicações individuais quanto para aplicações corporativas. É cada vez maior a convergência entre as novas tecnologias sem fio e os padrões de comunicação móvel em banda larga, favorecendo a interconexão dos mais diferentes tipos de dispositivos.

Uma destas tecnologias sem fio tem destaque por possibilitar que dispositivos eletrônicos como computadores pessoais, PDA?s, telefones celulares, modem, impressoras, etc, se comuniquem em curtas distâncias sem a utilização de algum tipo de cabeamento.

Essa tecnologia é o Bluetooth, uma especificação aberta (royalty free) para comunicação sem-fio, de curto alcance e baixo custo que utiliza a radiofreqüência para estabelecer suas conexões, e que tem como objetivo principal facilitar a vida de seus usuários possibilitando as transmissões de voz e dados em tempo real, assegurando proteção contra interferências e segurança para as informações transmitidas.



História


Existem algumas versões sobre a escolha do nome "Bluetooth" para o novo padrão. A versão mais aceita é que o nome-código escolhido e que acabou permanecendo e batizando a nova tecnologia, foi proposto por um dos membros do grupo que desenvolveu a especificação e que teria buscado inspiração na história européia. O nome seria uma homenagem ao rei da Dinamarca, chamado Harald Blåtand, mais conhecido como Harald Bluetooth (?Haroldo Dente-Azul?), que no século X unificou sob seu domínio os reinos da Dinamarca e da Noruega. A especificação Bluetooth pretende unificar os padrões sem fio de curto alcance como fez o rei Harald com seus reinos.

A história do Bluetooth começa em meados de 1994. Na época, a empresa Ericsson começou a estudar a viabilidade de desenvolver uma tecnologia que permitisse a comunicação entre telefones celulares e acessórios utilizando sinais de rádio de baixo custo, ao invés dos tradicionais cabos. O estudo era feito com base em um projeto que investigava o uso de mecanismos de comunicação em redes de telefones celulares, que resultou em um sistema de rádio de curto alcance que recebeu o nome MCLink. Com a evolução do projeto, a Ericsson percebeu que o MCLink poderia dar certo, já que o seu principal atrativo era uma implementação relativamente fácil e barata.

Em 1997, o projeto começou a despertar o interesse de outras empresas que, logo, passaram a fornecer apoio. Por conta disso, em 1998 foi criado o consórcio Bluetooth SIG (Special Interest Group), formado pelas empresas Ericsson, Intel, IBM, Toshiba e Nokia. Note que esse grupo é composto por dois "gigantes" das telecomunicações (Ericsson e Nokia), dois nomes de peso na fabricação de PCs (IBM e Toshiba) e a líder no desenvolvimento de chips e processadores (Intel). Essa diversidade foi utilizada para permitir o desenvolvimento de padrões que garantissem o uso e a interoperabilidade da tecnologia nos mais variados dispositivos.

Funcionamento


A tecnologia Bluetooth utiliza sinais de radiofreqüência para estabelecer a transferência de dados e voz entre os dispositivos, dentro de um alcance preestabelecido conhecido como "bolha dos dez metros". Os transmissores de rádio Bluetooth utilizam a banda de radiofreqüência denominada de ISM (Industrial, Scientific and Medical), situada na faixa entre 2,4GHz e 2,48GHz. Os equipamentos que funcionam na banda ISM não dependem de licenças para operação, mas compartilham seu uso com outros dispositivos de comunicação não compatíveis com a tecnologia Bluetooth.

Objetivos e Aplicações


A tecnologia Bluetooth foi desenvolvida com o objetivo de reduzir a complexidade das conexões entre dois ou mais equipamentos eletrônicos, minimizando o número de opções de conexão, barateando os custos e facilitando a instalação de novas redes (definitivas ou temporárias).

Dentre as aplicações práticas para essa tecnologia, encontramos os telefones celulares, aplicações em computadores e periféricos, indústria automobilística e de eletroeletrônicos, incluindo ainda aplicações nas áreas de entretenimento(jogos), automação predial e industrial, medicina, etc.

Versões do Bluetooth


O Bluetooth é uma tecnologia em constante evolução, o que faz com que suas especificações mudem e novas versões surjam com o tempo. Atualmente, as versões disponíveis são:

- Bluetooth 1.0: a versão 1.0 (e a versão 1.0B) representa as primeiras especificações do Bluetooth. Por ser a primeira, os fabricantes encontravam problemas que dificultavam a implementação e a interoperabilidade entre dispositivos com Bluetooth;

- Bluetooth 1.1: lançada em fevereiro de 2001, a versão 1.1 representa o estabelecimento do Bluetooth como um padrão IEEE 802.15. Nela, muitos problemas encontrados na versão 1.0B foram solucionados e o suporte ao sistema RSSI foi implementado;

- Bluetooth 1.2: lançada em novembro de 2003, a versão 1.2 tem como principais novidades conexões mais rápidas, melhor proteção contra interferências, suporte aperfeiçoado a scatternets e processamento de voz mais avançado;

- Bluetooth 2.0: lançada em novembro de 2004, a versão 2.0 trouxe importantes aperfeiçoamentos ao Bluetooth: diminuição do consumo de energia, aumento na velocidade de transmissão de dados para 3 Mbps (2.1 Mbps efetivos), correção às falhas existentes na versão 1.2 e melhor comunicação entre os dispositivos;


- Bluetooth 2.1: lançada em agosto de 2007, a versão 2.1 tem como principais destaques o acréscimo de mais informações nos sinais Inquiry (permitindo uma seleção melhorada dos dispositivos antes de estabelecer uma conexão), melhorias nos procedimentos de segurança (inclusive nos recursos de criptografia) e melhor gerenciamento do consumo de energia;


- Bluetooth 3.0: ;versão lançada em abril de 2009, tem como principal atrativo taxas altas de velocidade de transferência de dados. Dispositivos compatíveis podem atingir a marca de 24 Mbps de transferência. O "truque" para atingir taxas tão elevadas está na incorporação de transmissões 802.11. Outra vantagem é o controle mais inteligente do gasto de energia exigido para as conexões. O Bluetooth 3.0 é compatível com as versões anteriores da tecnologia;


- Bluetooth 4.0: as especificações desta versão foram anunciadas em meados de dezembro de 2009 e o seu principal diferencial não é velocidade, mas sim economia de energia. Esse novo padrão é capaz de exigir muito menos eletricidade quando o dispositivo está ocioso, recurso especialmente interessante, por exemplo, para telefones celulares que consomem muita energia quando o Bluetooth permanece ativado, mas não em uso. A velocidade padrão de transferência de dados do Bluetooth 4.0 é de 1 Mbps.

O fato de haver várias versões não significa que um dispositivo com uma versão atual não funcione com outro com uma versão inferior, embora possam haver exceções. Todavia, se um dispositivo 2.0 for conectado a outro de versão 1.2, por exemplo, a velocidade da transmissão de dados será limitada à taxa suportada por este último.


Aplicações do Bluetooth


Aplicações do Bluetooth